sábado, 14 de julho de 2018

Eu tenho um sonho...

Revista Activa, Março 2018

Gostava que todos os pais desavindos do mundo, escolhessem a felicidade dos filhos ao invés do orgulho ferido e da instrumentalização.
Gostava que separassem as águas da parentalidade e da conjugalidade e que nunca desistissem de ser pais, nem os adultos da jogada.
Gostava que continuassem a lembrar-se das razões porque algum dia se terão apaixonado e que essas razões fizessem perpetuar o respeito e a confiança mútuos.
Gostava que abandonassem as histórias binárias e infantis do "bem e do mal" e do "preto e do branco", e que vissem as cores de todas as narrativas e de todas as pessoas.
Gostava que os pais escolhessem sempre os filhos, independentemente de todas as suas outras escolhas.
Eu tenho um sonho...
Gostava que todos os pais desavindos do mundo nunca deixassem de ser pais de filhos felizes, mesmo não vivendo juntos, nem querendo mais estar juntos. Os filhos serão sempre a sua história conjunta e eterna.
Que o meu sonho seja também o vosso.

4 comentários:

Sílvia Pereira disse...

Gira!!!

Monica disse...

Bom dia

Tanto que eu sonho isso, tanto que eu tento isso...
Mas sozinha não consigo, e chego a pensar que a outra parte só pode não gostar tanto da filha quanto eu.

Fez ontem 7 anos que acabei uma historia, que trouxe uma filha para criar e amar e uma serie de problemas sem fim...

7 anos depois e com alguns problemas (graves) continuo a "insitir e a desculpar" ...

Peço desculpa mas não o vou continuar a fazer, até porque mesmo a minha filha filha me disse, já chega!

Infelismente o pai da minha filha é uma pessoa egoista, egocentrica e espalhafatosa e a filha foi apenas "um capricho meu"

Não segue a vida dela, não ajuda no sustento, além de ainda estar constantemente a engana-la, a feri-la só para me atingir...è tão pequenino... e pensar que um dia casei com ele... enfim...

Durante anos tentei, juro que tentei... mas agora também não quero mais!!!!!

Dava um livro, peço desculpa pelo desabafo

Beijo

Teresa disse...

Muito bem nesta foto! Ontem cortei o meu cabelo curto,para criar coragem de deixar de pintar,admiro a sua forca de vontade, mas os primeiros meses são os mais difíceis certo? Ficamos com 2 cores ,a que temos e os brancos na raiz! Coragem...

Titica Deia disse...

Não passo por isso, mas partilho o sonho!!