terça-feira, 3 de dezembro de 2013

O melhor do meu dia 6#

Correndo o risco de me apedrejarem em praça pública, informo que o melhor do meu dia de hoje foi ter os meus três filhos finalmente a dormir. Sentir-lhes a respiração pesada, vislumbrar a baba nas almofadas {prova irrefutável de que dormem um sono profundo} e ver-lhes o ar angelical de quem não parte um prato, típico do sono dos justos. 
Andava a sonhar com silêncio e paz de espírito há pelo menos três horas. Talvez o tempo que durou o sair do trabalho a correr, ir buscar os putos à escola a correr, ir à oficina a correr (subi um passeio alto demais e parti o para-choques do carro), passar pelo Modelo e pela farmácia a correr, trazer o Duarte do basket a correr, jantar a correr e deitá-los a correr. 
Sim. Definitivamente, o melhor do meu dia de hoje é gozar este silêncio da noite. E saber que só talvez daqui a cinco horas {uma eternidade!}, tenho a minha filha a dormir no meio de nós.


4 comentários:

Flor de Maracujá disse...

Há dias assim ...

pequenaflordemaracuja.blogspot.pt

Ligia Silva disse...

Sem julgamento, acredito que quem tem filhos é que sabe o quanto pode ser desafiante por vezes!

patricia neto disse...

como eu te entendo Marta, como eu te entendo, eu desejo o mesmo muitos dias por semana....

Paula Ferrinho disse...

Ai Marta, Marta, como a compreendo!!! Onde já vi isso?