quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Os avós e a vida para além dos netos...

Juvenália de Oliveira Fotografia
Deixar o Vicente com a minha mãe desde que comecei a trabalhar, tem sido um privilégio. Saio descansada e vou acompanhando o seu dia com as muitas fotos e vídeos que a avó vai partilhando, e que me ajudam a tolerar melhor as ausências.
Esta ajuda não tem preço para mim, mas sei que tem um preço alto para a minha mãe, já que ficar com o neto o dia quase todo, implica prescindir de coisas que adora, como pegar na máquina fotográfica e zarpar sem destino e sem horas, como já fez tantas vezes. Por isso, agradecer-lhe esta entrega nunca será demais. É que os avós também têm vida própria e quantos de nós, embrenhados nas nossas rotinas agitadas e com o nosso umbigo como centro do universo, nos vamos esquecendo disto?...

9 comentários:

Anónimo disse...

è mesmo verdade, por isso também é que o meu filhote foi para a creche com 9 meses, a avó está sempre disponível, fica com ele quando está doente, quando apetece fazer gazeta à creche e afins, é um descanso saber que ela está sempre disponível. Mas é impensável que a "prenda" o tempo todo apesar de ela não se importar nada.

Lucilia Figueiras disse...

Sem dúvida um grande apoio.

Filipa Catarino disse...

Concordo plenamente!
E enerva-me quando oiço as pessoas na generalidade a dizerem que os Avós são para ficar com os netos e que tem que ajudar LOL E a vida própria dos Avós onde entra? Os meus Pais tiveram 8 netos, ajudaram-nos imenso a todos, mas nunca por nunca, nenhum de nós, filhos, ousou "achar" que estariam disponíveis a 100% só porque sim. Foram uns Avós super presentes, mas nunca deixaram de fazer a sua vida. Nem nós deixaríamos que assim fosse!
Beijinhos Marta, é sem dúvida uma Grande Filha com uma Mãe Enooooorme <3

Isabel disse...

O seu bebé está lindo.
Tem razão Marta quando diz"quantos de nós, embrenhados nas nossas rotinas agitadas e com o nosso umbigo como centro do universo, nos vamos esquecendo disto?...). Eu acrescento: muitas vezes quando o egoísmo (que nem damos conta) impera, nós até achamos que os avós têm obrigação de ficar com os netos...que é um privilégio, blá,blá,bla. Os avós têm é que curtir os netos, brincar com eles, galhofar com eles. O resto é com os pais, devendo no entanto existir o bom senso e os avós estarem disponíveis por prazer, quando for necessário.
Beijinhos

Anónimo disse...

Por aqui há 3 avós (1 avôs e 2 avós) e 2 netos. E nunca em 12 anos os miúdos estiveram com os avós mais do que 1 ou 2 horas (isto porque os levamos a casa dos avós para que estes os possam ver, ou combinamos algo lá em casa para que possa haver convívio).
Os avós têm uma vida super atarefada (já reformados, mas com muitas actividades) e não há cá tempo para netos. Já aturaram os filhos, era o que faltava terem de aturar os netos.
Sorte a sua e a do seu filho.

Isabel disse...

Marta nao percebo porque esse -capacete- eh encurvado na testa, reparei que faz sombra nos olhos do bebe em varias fotos, nao prejudicara a sua visao com tanto tempo de uso ao longo dos meses?

E ja agora como se limpa o interior?


Desculpe estar a 'meter-me'.

A mamã vai casar disse...

A minha filha também fica com a minha mãe. Para mim é um descanso saber que está com ela. Ficam as duas felizes uma com a outra é verdade, mas também já pensei nisso e já questionei a minha mãe acerca das coisas que ela pode "perder". Para já não é um problema, mas ficou combinado que quando for preciso cá nos arranjamos.
:)

Anónimo disse...

o maior apoio de todos...

Vânia Ferreira disse...

Também tenho esse apoio tanto do meu lado como do lado do pai. Sem dúvida que é o melhor apoio de todos e seria tudo muito mais difícil se não o tivéssemos. Até nos ajuda na nossa relação enquanto casal, porque assim temos mais momentos a dois.