sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Esta família que escolhi!

Juvenália de Oliveira Fotografia

Hoje a noite foi difícil. O Vicente ainda se está a habituar ao seu novo "acessório" e acorda muitas vezes a chorar. Nem a mama {normalmente infalível na arte de o acalmar}, foi remédio santo.
Só consegui adormecer pouco antes da casa acordar, por volta das seis da manhã, e fi-lo com ele ao colo, recostada na minha cama, a lembrar os seus primeiros dias de vida.
Às seis e meia da manhã toca o despertador do meu marido e do meu filho mais velho, e começa a ser hora de fazer pequenos-almoços, acordar os mais pequenos e garantir que ninguém chega atrasado.
Não está a ser fácil, a verdade é essa. Os miúdos colaboram como podem a entreter o mano {que, entretanto, volta a acordar}, e seria cómico se não estivesse tão cansada, vê-los em frente a ele, deitado na espreguiçadeira, a dançarem e a fazerem macacadas. Admiro-lhes este Amor incondicional que não conhece ciúmes, mas que lhes rouba "atenção de mãe" durante algumas horas por dia, e lhes entrega um {pai}drasto que é, agora, pai do irmão. Confusão? Talvez, mas ninguém disse que as coisas lineares são necessariamente mais securizantes. Serão provavelmente mais fáceis, mas a facilidade da vida faz crescer mais lentamente.

São 8.47h e sinto-me exausta. E feliz. Um misto de sentimentos que não consigo processar, porque os meus neurónios estão enrolados.

[bom dia]

5 comentários:

Joana | Creme Pimenta disse...

Hoje comento só para deixar por escrito que cada vez gosto mais de a ler!
Beijinhos

Carla Carvalho disse...

Força...tudo irá acalmar.Beijinhos

Mel disse...

Que docinho! oh coisinha mais linda!E que saudades que eu tenho dos meus assim....mas não das noites sem dormir!
Beijinhos e bom fim de semana.

Guida disse...

Desejo_lhe muita força e coragem para ultrapassar esta fase mais difícil. E pense que é mesmo isso -uma fase. Tem um rapazinho llindo! Muita saúde para ele! E para toda a família!

Bailarina disse...

Um beijinho, saber que vai acabar bem dá força, mas há dias de m**** mesmo! Virá outro dia a seguir.