sábado, 15 de fevereiro de 2014

A minha noite de S. Valentim...

...foi passada enrolada no sofá, com uma espécie de gripe a querer dar conta de mim.
Mas como o Amor nos chega de muitas maneiras, chegou ontem em forma de mimos dos meus filhos, que se desfaziam em cuidados alternados: um trazia-me a água, o outro a pizza, o outro ainda, os comprimidos. 
O meu homem deixou-me ficar aninhada a si, na sala, quase até às três da manhã e depois, fomos ambos para a cama num serão sem velas, nem flores, nem chocolates. Apenas família. 
E quando penso nisto, vem-me à cabeça  que é assim que faz mais sentido (tirando a maldita gripe, naturalmente). Que todos os caminhos percorridos até este exacto momento, serviram para chegarmos aqui. 

4 comentários:

Flor Guerreira disse...

Eu também estive assim enrolada. Mas o jantar foi sushi que fomos buscar. Foi bom e aconchegante.

Ana Almeida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Almeida disse...

Este ano o meu também não foi melhor, depois de dois meses com uma dor de cabeça que não me larga, um montão de exames para fazer, os nervos de quem não descansa ja a muito tempo e os ataque de ansiedade que com isto tudo voltaram em força, o melhor da minha noite de ontem foi ter descoberto o seu blog que estou a adorar ler e me da um bocadinho de força para ultrapassar um momento menos bom e o namorado que mesmo sem carinhos extras está sempre a meu lado nos momentos bons e menos bons.
Descobri o seu blog por mero a caso e estou a adorar vai ser sem duvida uma fonte de inspiração e força e espero um dia ser tão genial como você é poder ajudar alguém a se sentir melhor com o meu blog que ainda é um bebe.
Beijinho e continue o seu belo trabalho

MARIA REIS disse...

Faz todo o sentido, e há amor maior que o carinho da família?

: )

gostei muito do blog. (foi a primeira visita de muitas)
bjs