segunda-feira, 1 de abril de 2019

Não gosto de brincar com os meus filhos (e está tudo bem)

Tenho quatro filhos e nunca gostei de brincar com nenhum deles. Não sei de onde isso vem, e talvez já não importe saber. A única coisa que importa, é descobrir como se cria conexão sem gostar de brincar. Essa tem sido, na verdade, a batalha da minha maternidade e a razão de algumas "culpas".
Hoje, com 44 anos, já sei que há outras maneiras de criar vínculo com os meus filhos. É preciso ser criativa e puxar pela cabeça. É preciso saber o que me dá prazer e ver como posso trazê-los para o meu mundo. E é preciso ir para o deles e ver o que sai dali.
No fim-de-semana joguei à bola  e não me dei mal, até o Vicente dizer para eu ficar a ver enquanto ele jogava com o pai. Fiquei a olhá-los a rir, enquanto se exibiam para mim. E descobri que há muitas maneiras de estar presente.



Sem comentários: