domingo, 5 de fevereiro de 2017

Os vossos filhos querem mesmo sair de casa? [ou sou só eu que sou péssima educadora?]




Ver fotografias de outras mães a passear as suas crias ao fim-de-semana, todas com um ar alegre, despreocupado e bem-disposto é sempre um mistério. Digo isto, porque primeiro que consiga arrancar a minha prole de casa é um pesadelo digno de Elm Street, tortura que começa no exacto instante em que informo que vamos passear a qualquer lado. O descontentamento é sempre geral, porque estar em casa agarrados aos écrans a jogar a qualquer coisa ou no chat, é para a minha malta pré-adolescente e adolescente, mil vezes melhor que apanhar ar, ver gente de carne e osso e falar sem ser por detrás de caracteres. A juntar ao "entusiasmo" com que a minha filharada recebe a notícia do arejamento, há um bebé ainda meio constipado numa logística difícil para preparar, e dois adultos exaustos, o que faz da "simples" tarefa de sair de casa, uma missão praticamente impossível (a parte boa é que, depois de saírem, vêm sempre entusiasmados, o que me leva a crer que vale a pena o esforço titânico!).
De modo que quando vejo mães e filhos fora de casa com cara alegre, sinto que sou a mãe mais incompetente do planeta Terra e arredores, e só tenho vontade de enfiar a cabeça na areia e hibernar. Como se isso fosse possível...

13 comentários:

Anónimo disse...

Confere!!! Tal e qual...tamos juntas :)

Anónimo disse...

Tal e qual! Também me sinto sempre uma ave rara...

Tété disse...

Provavelmente essas mesmas mães tiveram de aturar rolar de olhos e perguntas como "Tem mesmo de ser, mãããeeee?". E para sair de casa foi um filme que só visto, mas depois estando já na rua os adolescentes já gostam (como os seus) e ficam bem nas fotografias. :)

Anónimo disse...

Definitivamente, o cabelo assim não a favorece e sim, envelhece-a. Não podemos gostar todos do mesmo.

Anónimo disse...

Idem. Completamente. Com a mais velha a só sair de sorriso qdo é programa de compras ;)

Martolas disse...

Os meus transfiguram com a ideia de arejar...parece que os estamos a mandar para a força...portanto estou solidária nesse se sentimento de péssima mãe😢

Lucilia Figueiras disse...

Já passei pelo mesmo, agora são elas que pedem para sair

Anónimo disse...

Olá Marta, como eu a compreendo. Os meus já quase que não querem sair comigo, a não ser para ir às compras. Adolescentes são assim, secalhar também o fizemos com os nossos pais e não demos conta, ainda.
Beijinho
Lua Azul

Ps: o cabelo está muito giro :)

OsMeus Trilhos disse...

Eh eh! estou mais descansada, pois com os meus sobrinhos é tal e qual! Fazem cada fita para sair, mas depois adoram e fartam-se de brincar! Quer seja no parque ou no mato à procura de cogumelos, só é mesmo difícil convencê-los a ir!
Ir às compras, contudo continua a ser um pesadelo!

Alexandra disse...

Tal e qual ;) ! Somos uma familia reconstruida, tal como a da Marta, e aos fins de semana somos 7 (2 adultos e 5 filhos) com um leque de idades muito diferente, vão dos 8 aos 22, o mais velho é o unico que alinha sempre sem refilar, já o resto...é um tormento, parece que lhes estamos a dar um castigo sempre que programamos alguma saida. Coragem.

Isabel Patrício disse...

É igual, primeiro que saiam de casa !!!! Mas depois gostam ....

Joana disse...

Tal e qual. Lá por casa também temos esse drama, agravado com a mania da mais velha de que tudo é muitoooooooo longeeeeeee.
Só lhe agrada quando falamos em parque infantil :)

L. disse...

Lá em casa tenho os opostos:o filho mais velho não quer pôr os pés fora de casa o fim de semana todo e a mais nova mal acorda já está a perguntar onde é que vamos passear. Se lhe digo que não saímos pergunta sempre se pode ir para a escola,apesar de saber que está fechada e que pode aproveitar o tempo para fazer os trabalhos de casa...