terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Tenho saudades tuas, meu amor!


Entre as oito e as nove e meia da manhã é o nosso momento. É a hora em que o resto da família sai de casa e só ficamos nós, num compasso de espera doce até que a avó Ju chegue.
Acordas sempre a rir e é a rir que me vês ir embora, à porta do elevador, embora o meu coração fique sempre minúsculo e dorido, porque a verdade é que quero ficar. Agora já sei que o tempo passa depressa demais e que estes momentos nossos não se repetem.
Tenho saudades tuas e dos nossos dias longos, sozinhos. Tenho saudades de chegar ao fim da tarde cansada de ti e pronta para te "empurrar" para o papá e ter, finalmente, dois braços disponíveis para as minhas frivolidades. 
Tenho saudades tuas, meu amor. Saudades da nossa bolha segura, onde quase mais nada importa. E continuo a perguntar-me o que de tão importante tenho para fazer longe de ti o dia todo e que maldade é esta que nos fazem, de nos obrigarem a estarmos afastados um do outro tantas horas seguidas.
Tenho saudades tuas, meu amor. E não sei se passarão tão depressa...

6 comentários:

Martolas disse...

O pior é que as saudades não passam...Eu já regresse ihá seis meses e continuo com uma sensação de perda indiscritível...enfim...nada a fazer :(. Beijinho

Maria do Mundo disse...

É...é mesmo assim. E por mais filhos que tenhamos o sentimento é sempre o mesmo.

nat. disse...

Pois... Compreendo a situação... A primeira filha nasceu quase há 6 anos... E acabo por sentir que a saída da bolha me fez perder mais do que ganhar... O segundo, foi há 3 anos... A sensação repetiu-se... O terceiro nasce em breve e não me parece que vá ser diferente..
Força e aproveita o melhor que conseguires!

HappyMom disse...

Tantas saudadinhas que estou sempre ansiosa que chegue o final do dia para o ter de novo nos meus braços... Mãe sofre!

Magda disse...

Acho que com cada filho que vamos acrescentando no nosso coração e na vida a saudade aumenta pois já sabemos o que vamos perder.
ainda hoje me doi não ter visto os primeiros passos do meu filho do meio.. estava a trabalhar.
É assim

A Mocha disse...

É isso mesmo, é mesmo uma maldade o que nos fazem...