quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

O meio sorriso de hoje...



Para começo de conversa, está tudo bem. Os putos estão felizes, o Natal está a chegar, ando cheia de projectos e ideias a bailar na cabeça, vivo esta maternidade tardia com a calma que nunca tive antes.
Mas hoje acordei com uma enorme vontade de chorar. Estou exausta, o que não é novidade para quem está nesta fase da vida, de modo que temo que este post seja lamechas, desnecessário e até um pouco ridículo (aviso já, porque se não lhe apetecer ler um chorrilho de lugares comuns de uma mamã com as hormonas aos saltos, pode para por aqui).
Hoje sinto-me assim, à beira das lágrimas a todo o momento, a precisar urgentemente que alguém fique com o meu bebé o dia inteiro, para me fechar no quarto e dormir todas as horas de sono que tenho em défice há muitos meses. Tenho pouca paciência, fico inerte no sofá de cada vez que o Vicente adormece durante meia hora, e incomoda-me ver as coisas por fazer em casa, e não ter energia para me pôr ao caminho e fazê-las.
Também estou cansada de ter meia hora para fazer tudo o que preciso fazer em modo "kit mãos livres" (tomar banho, vestir-me, arrumar a cozinha...), e doem-me os braços de andar com o meu bebé ao colo, literalmente, a todas as horas.
Daqui a pouco, passa. Mas por agora, só me apetece atirar-me para o chão e por lá ficar. Quieta e em absoluto silêncio.

[bom dia]

10 comentários:

Ana Loureiro disse...

Só por hoje permita sentir-se assim, não tarda isso passa, um abracinho.

xana Moreira disse...

Porque também temos direito a dias maus e a chorar como bebés...
Vai passar !!

Isa disse...

Aqui igual....

Anónimo disse...

coma um bom bife, um doce no final que isso passa... essa dieta numa altura de tanto cansaço não deve ajudar.

Sofia disse...

Beijos de alguém que a lê há pouco tempo mas que gosta das verdades que escreve... sem camuflagens floreadas.

Acredite que se estivesse mais perto oferecia-me para ficar com o Vicente nem que fosse para a Marta dormir mais meia hora.

Muitos beijos!!

Sofia disse...

.

Maria Rita disse...

Marta há dias assim menos bons, mas felizmente passam, infelizmente voltam.

beijinho

Graciete disse...

É tudo normal, mas não deixa de "doer". Que tal aproveitar, se conseguir ter, o apoio de alguém que lhe permita ter algum tempo para descansar? Os amigos são para essas coisas.. devia "abusar" um pouco também. ;)

Joana Carvalho disse...

Pai Rui: A mamã está a precisar de um mimo extra!!!

A matrenidade tem destas coisas, também tombamos!

Amanhã estará com mais garra.

beijinho grande,
joana (do Clio azul)

Martolas disse...

Então vá...eu atiro-me para o chão consigo!E depois seguimos em frente:).Beijinho