sábado, 22 de outubro de 2016

Nós por cá...[num turbilhão de emoções]

Juvenália de Oliveira Fotografia

Esta fotografia foi tirada ontem, poucas horas depois do Vicente ter posto o capacete para corrigir a plagiocefalia.
O meu sorriso é de alívio, porque não chorou quando o pôs, mas sei que este vai ser um processo de altos e baixos e de muita paciência, não tenhamos ilusões. Os primeiros cinco dias serão de adaptação, em que vai pondo e tirando o capacete e em que não dorme com ele. Depois disso, terá de tê-lo vinte e três horas por dia, situação que vai exigir calma e serenidade da nossa parte para lidar com esta nova circunstância na vida do nosso bebé e da nossa.

Perguntam-me como me sinto e respondo que estou calma e cansada. Faço birras à vez com o meu filho, tenho os mais velhos cheios de testes para a semana e tento dar atenção a todos, numa espécie de cata-vento. Tento fazer o melhor que posso e sei no meio disto tudo, e nem sempre tenho a certeza de que seja suficiente. Só tenho uma: é o que é possível. E acalmo.
Entendem-me se vos disser que, ainda assim, esta está a ser umas das fases mais bonitas da minha vida?
Pois...nunca nada é linear.

7 comentários:

Filipa Coelho disse...

Vai tudo correr bem!!!

Magda disse...

Força, delegue o que possa e vá descansando também

Sofiazinha disse...

Grande beijinho, Marta.

E é isso mesmo: fazermos o possível a cada momento.

Bailarina disse...

Nada é linear...Mesmo! Vai correr tudo bem

Carla Carvalho disse...

Vai correr tudo bem....FORÇA Beijinhos

As minhas africanisses disse...

Vou dizer exactamente o que pensei quando vi a foto...
"afinal, parece um capacete de skate".... na minha visão serial algo muito feio. Sempre positivo!!! Com calma tudo se faz....força!

Mel disse...

O pequeno Vicente está um amor: até de capacete fica giro!
E você, deixe que lhe diga: nunca esteve tão bonita! A sério! A felicidade faz mesmo bem!
Vai correr tudo bem com o menino, vai ver que sim.
Beijinhos para todos e ...continue assim!