quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Se gosto de correr? Não [e então?]


Gosto de voltar para casa, depois de correr com 7°C, e sentir o ar quente da entrada. Gosto do banho a escaldar e do chá príncipe que faço logo a seguir. Gosto de me aninhar no sofá, de robe e peúgas do meu homem nos pés, enquanto dormito a fingir que vejo uma série qualquer. Gosto de estalar os tornozelos e de sentir o cansaço a abater-se sobre mim. Gosto do sono retemperador que só a corrida me traz. Gosto de acordar a meio da noite dorida das pernas e dos pés, e lembrar-me que poderia ter ficado de rabo sentado no sofá, e não fiquei.
Não gosto de correr. Odeio. 
Mas gosto do que a corrida faz por mim. E por enquanto, isso chega-me.


3 comentários:

Fio A Pavio disse...

Estamos juntas neste ódio necessário :)

Filipe Gil disse...

Marta,
Quando começares a correr nos trilhos, no meio da Natureza, vais ver que de obrigação passa a paixão.

Pergunta ao Rui.

bjos
FG

Anónimo disse...

completamente de acordo !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Acontece me precisamente o mesmo!