segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Chumbei nos primeiros exames de Código e Condução [quer dizer alguma coisa?]

A vida tem tempos de espera.
Tem avanços e recuos. Tem travagens bruscas e arranques inesperados. Tem sentidos proibidos, obrigatórios e becos sem saída. Tem duas faixas de rodagem e, à vezes, apenas uma. 
A vida é uma auto-estrada e noutros dias, uma estrada secundária, quase um caminho de cabras. É um sinal vermelho por uns momentos, e um verde logo a seguir. Às vezes, é sinal laranja, mas num cagagésimo de segundo tão pequeno, que nem sempre sabemos que é para ter cuidado.
A vida tem regras e tem sinais de trânsito.
Dá-se o caso de nem sempre sabermos conduzir a preceito.



3 comentários:

Maggie F. disse...

Nada Marta, não quer dizer nada, ou melhor quer dizer que não desistes e isso é optimo.
Felicidades


Maggie

Lili disse...

Não, não quer dizer nada. :-)
Quer dizer que estamos [sempre] a tempo de retomar estrada(s), descobrir outra(s), porque os sentidos não são únicos, e porque há que tomar atalhos, entrar em curvas e (contra)curvas. Precisamos dele[do Tempo], demoramos [um pouco] mais, mas reencontramos o(s) destino(s).
O seu blogue "ensina-me" isso.
Obrigada.

Anónimo disse...

Passei à primeira, mas não quer dizer que conduzo melhor do que tu..... Só espero nunca perder a carta.

Abracinho