sábado, 19 de julho de 2014

Férias "kids-free"

A partir de hoje vamos poder comer à hora que queremos, ir para a praia quando nos apetece {ou nem ir}, fazer amor de porta aberta e sem medo do ranger da cama, ficar na rua até tarde a usufruir do calor da noite e de umas caipirinhas que descobrimos o Verão passado. 
A partir de hoje {que os miúdos vão de férias para outras paragens}, vamos parar de dizer "não faças isso", ou "tens de comer", ou "põe o protector solar", ou "vai tomar banho". Vamos seguramente ouvir-nos a ambos num tom mais sereno, e passaremos a ter a casa sem bonecos do McDonald´s espalhados pelo chão, nem recortes minúsculos de papel, um exercício que estimulará a motricidade fina, mas engrossa o lixo que vamos tendo pela sala.
A partir de hoje não acordaremos ao som dos desenhos animados da RTP2, nem do Inspector Max. Nem teremos três vozes estridentes a reclamar por bolas de berlim na praia, dia sim dia não.
A partir de hoje iremos finalmente descansar e namorar e não fazer nada. E ainda assim, porque é que sinto esta angústia?...

1 comentário:

Vidas da Nossa Vida disse...

A angústia que eu sinto neste momento em que os meus filhotes foram para o Algarve com o pai e com a minha mãe, porque eu este ano só tenho férias em Setembro. A casa vazia e só me apetece chorar. E nem o programa de caracóis e imperiais à beira rio que combinei me parece interessante. Conto os minutos primeiro para eles chegarem sãos e salvos ao algarve e depois para me juntar a eles no final da semana... Sou mesmo galinha e chorona!! Boas féroas!