quarta-feira, 14 de maio de 2014

Amesterdão #3


















Estar em lua-de-mel com quem já vivemos há um tempo considerável só pode ser um privilégio, senão vejamos:
Gozamos, de facto, a cidade e não apenas o quarto de hotel.
Podemos acordar mal humorados, que não é preciso disfarçar.
Dizemos coisas estúpidas sem medo de parecermos tontos.
Entramos em sex shops sem preconceitos de nenhuma espécie, nem falsos pudores.
Adormecemos às dez da noite, porque queremos aproveitar a manhã na cidade.
Temos o marido estendido na cama a assistir ao Benfica-Sevilha pela RTL7, e não fazemos disso um drama.

Assim somos nós. Na nossa lua-de-mel de sonho.

1 comentário:

Mãe Sabichona disse...

Vi o original do Van Gogh em Londres e agora fiquei confusa. Mudou para aí? Bem, já foi há muitos anos, mas fui a esse museu posteriormente em Amsterdão e esse não estava lá. Ou então, andei cegueta :)