sábado, 5 de abril de 2014

O tempo lá fora e cá dentro

Chove há dias demais.
Apanho molhas todas as manhãs, simplesmente porque já não quero sair de chapéu de chuva. 
Olho a rua pela janela e teimo em enganar-me a mim própria, recusando-me a ver a estrada molhada, como quem olha ao espelho e se recusa a ver-se magra. 
E não entendo como tudo lá fora é cinzento, quando o sol brilha radioso dentro de mim.


2 comentários:

Flor Guerreira disse...

Já não posso com este tempo.

osolbrilhaqui disse...

Ainda bem que o Sol brilha aqui! :)