domingo, 20 de abril de 2014

Foi há 1 ano...








...que me levaste a uma praia ao entardecer e me pediste para tentar de novo. Sem medo.
Pediste-me para voltar a acreditar que há projectos que resultam, e que se não corrermos riscos, passamos por uma vida insípida. Sem sabor, nem cheiro, nem cor.
E eu não duvidei deste recomeço por um instante. Que todos os caminhos, todas as dificuldades, todos os medos vividos até aqui, serviram aquele momento na praia, ao entardecer. Há exactamente um ano atrás.



2 comentários:

Flor Guerreira disse...

Ainda bem que não duvidaste!

R. disse...

Marta, raramente comento, apesar de ser uma leitora assídua, mas hoje não podia mesmo deixar de o fazer. Tão bom ler estas tuas palavras que são um alento e que aquecem literalmente a alma (e o coração) de quem as lê. Saber que há amores assim no mundo real é simplesmente maravilhoso! (não que eu tenha razoes para me queixar, mas o romantismo é coisa que não assiste o meu marido ;) )

tudo de bom!