quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Dia dos Namorados???


Este Dia dos Namorados serviu para tudo menos para namorar.
Foi o trabalho extenuante que acabou bem depois da hora prevista, foram as aulas de natação da filharada que acabaram já perto das nove da noite, foi o reboliço normal de quem tem três crianças em casa e que só sossega depois das dez e meia da noite {22h47, para ser mais precisa}.
Sinto-me exausta e sem fôlego, e pouco imbuída do espírito romântico que o dia exige {confesso!}, que nem sempre é fácil silenciar a casa perto das onze da noite, depois de um dia imparável, e acordar a diva que há em mim pela madrugada fora. E garanto que zelo por ela com regularidade, aprumo e muita satisfação!
Claro que gostaria de ter tido tempo para mimar o meu homem e para me mimar. Agradar-me-ia a ideia de um jantar a dois num lugar tão romântico como a nossa cozinha à luz das velas, uma taça de vinho tinto e uma boa conversa. Teria gostado muito, sim.
Mas a nossa realidade de hoje foi outra, e é preciso aceitar isso com naturalidade e sem dramas.
E lembrar, uma e outra vez, aquilo que já estamos todos cansados de saber {mas que nos esquecemos}: que o namoro se faz fora do dia dos namorados, que os presentes sabem mil vezes melhor quando não são esperados, que as divas acordam nos momentos mais inusitados e que em matéria de Amor, não há nada que se imponha. Que o Amor acontece.




MM

5 comentários:

Just me disse...

Nem mais... O último parágrafo diz tudo.

Frida Kahlo disse...

concordo a mil por cento, mesmo, mesmo.

Chic Maria disse...

O meu dia dos namorados tb foi assim, a trabalhar sem parar. à noite lá fizemos um jantar mais "especial" em casa mas fazemos isso muitas vezes. É preciso saber valorizar o nosso amor sempre :D

Kikas Silva disse...

Não podia concordar mais contigo..mesmo sem 3 filhos em casa é muito dificil!!

Dolce Far Niente disse...

Um enorme beijinho a todas pelos comentários.
Que o dia dos namorados seja quando a malta quiser! :=)