terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Dos cansaços das mães

Acabei de parar.
Desde as 7 da manhã que não paro, como milhares de mães espalhadas por aí.
E apesar de saber isto, que todas as mães param tarde {ou nunca chegam a parar num dia inteiro}, não me sinto mais aliviada. Nem menos cansada.
Doem-me as costas, a campainha do meu corpo que me avisa quando devo sossegar.
Sinto-me impaciente com pequenas coisas. Merdinhas da vida que não valem {quase} nada, mas que moem em modo latente.
Incomoda-me o barulho dos miúdos, as milhentas vezes que chamam "mãaaaaaaaaaaeeee", a atenção tripartida que nunca é justa para nenhum dos três e que me esforço por gerir, as constantes solicitações dos amores da minha vida, para quem tantas vezes apenas ficam as sobras da paciência, da tolerância e da energia do meu dia.
Muito antes de chegar perto deles ao final da tarde, já se esgotou a minha capacidade de ouvir, de interagir, de brincar e de atender, e esta constatação {que imagino que partilham comigo}, angustia-me nalguns dias, mais do que noutros. E também essa angústia tenho de gerir. Estoicamente, porque com a incondicionalidade do Amor não há volta a dar. Só nos resta amar todos os dias. Melhor ou pior, dependendo dos desafios do momento.
Anima-me, contudo saber, que amanhã amanhece outra vez, e que a cada madrugada nasce mais um quinhão de paciência, tolerância e energia.
E também me anima saber que, embora sejam nutrientes finitos a cada 24 horas, são energias renováveis.
E essa certeza acalma-me. E também me renova.
Porque sei que nada está perdido.
Estou apenas cansada.
 
MM
 
Este post é um "momento Limetree"

3 comentários:

Crisani disse...

Com este post renovo as minhas forças e a minha energia...
Tenho os mesmos sentimentos, penso que às vezes eu podia ser ainda melhor o que nos vale é o amor que sentimos por eles... este nunca perde força.
Bjs

Dolce Far Niente disse...

Um grande beijinho, Crisani. :=)
Obrigada pelas palavras.

vidasdanossavida disse...

É bem verdade... E custa não termos a melhor parte do nosso dia nem da nossa energia para os que mais amamos! Um bom dia! Bjs