segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Foi assim que aconteceu...

Há 12 anos atrás dava o nó com o pai dos meus três filhos.
E embarcava numa aventura sem volta, porque mesmo quando as coisas não resultam como esperamos, nada fica como dantes sempre que decidimos partilhar a vida e constituir família com alguém.
Hoje tenho outras datas para festejar e muitas alegrias para agradecer, mas esta será sempre uma memória central.
Acima de tudo, porque traduz a experiência que me trouxe os meus filhos e a mulher que sou hoje.
 
Olho a foto que vos deixo e não me reconheço, embora nada lamente e de nada me arrependa.
Porque a única forma de viver plenamente o presente, é apaziguarmo-nos com o passado.
E usufruir da segunda oportunidade que a Vida nos dá.
Sem medo.
E com uma certa dose de ousadia, ou nada terá valido realmente a pena.
 

 
 
 
Este post é um "momento Limetree"
 
 
MM

9 comentários:

Titanices disse...

Ca gira!!! Parabéns a ambos!!!

Anita Garcia disse...

Que linda que estás nesta foto Mariana...
E sim, apaziguarmos-nos com o passado é o segredo para ter um presente sereno e boas expectativas para o futuro.
Estou numa fase de me tentar apaziguar com tanta coisa que ficou para trás. É tão difícil :(
Beijinho*

Pedagogia do Terror disse...

Tão linda!!!! Pareces uma artista de cinema!!

Brandie disse...

Está deslumbrante. E não se reconhece porquê?

Anónimo disse...

Que post mais bonito mas também arrepiante, confesso! Nunca tinha visto esta perspectiva de um casamento que aconteceu mas que hoje em dia já não existe. Desejo que a Marta continue com essa postura em tudo na vida e que seja feliz com o seu homem, que Deus vos acompanhe.
Confesso que o casamento me assusta... ou melhor, tenho dúvidas com a pessoa com quem estou!!

Um beijo e muitas felicidades, Marta! Uma etapa que terminou, muitas que começaram!!

P.S. - A Marta é uma diva!!!

Anita Garcia disse...

(eu e os nomes... não sei onde fui buscar a Mariana... peço desculpa pela confusão... esta cabeça não anda bem :-/)

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
ecos
de
la
tarde
callada
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
DULCE FAR NIENTE

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE LEYENDAS DE PASIÓN, BAILANDO CON LOBOS, THE ARTIST, TITANIC SIÉNTEME DE CRIADAS Y SEÑORAS, FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA,JEAN EYRE , TOQUE DE CANELA, STAR WARS,

José
Ramón...

Dolce Far Niente disse...

A todos os que comentaram este post, o meu obrigada.
Anita, não faz mal nenhum a troca de nomes! :=)

Rosé Ramón, obrigada pelas lindas palavras.

Beijinhos a todos!!

Mafalda disse...

que linda! engraçado, também eu, este mês, faria anos de casada e escrevi sobre exactamente o mesmo tema, de como a memória é central e de como já nada será como antes, independentemente do resultado.
estavas magnífica. Um beijinho.