sábado, 11 de agosto de 2012

Coisas boas do dia de hoje

Ontem tive um final de dia difícil e insólito.
Como resultado, dormi mal e tenho passado o dia sem vontade de aparecer ao mundo. Sabe-me bem estar recolhida no meu canto, a lavar as minhas feridas.
Há pouco decidi ligar a uma grande amiga, porque precisava muito ouvi-la. Quando atendeu, disse-me que tinha sonhado comigo a noite inteira, e que até já tinha comentado com o marido que iria ligar-me para saber se estava tudo bem.
No seu sonho, eu precisava muito da sua ajuda e ela não conseguia ajudar, e havia sido de tal forma real, que ficara preocupada.

Dir-me-ão que são apenas coincidências, e podem até ser.
Mas acredito que há fios invisíveis que unem algumas pessoas.
E que há sentimentos de tal forma poderosos, que movem montanhas, encurtam distâncias, atravessam oceanos, fazem magia.
E se tivermos a sorte de, algum dia, nos cruzarmos com um qualquer sentimento parecido com este, é acolher e regar.
Porque não se viram as costas às coisas boas que a vida nos traz.

Obrigada querida M., por estares sempre aí.

MM


2 comentários:

Morango Azul disse...

Eu não acredito em coincidências.

Anita Garcia disse...

Pois que sejam coincidências, se outro nome não existir para descrever esse sucedido, mas que me acontece por diversas vezes, acontece.
Ainda na semana passada tive uma situação idêntica.
Não acho graça nenhuma, porque geralmente funciona para situações pouco felizes, mas tem de se lidar com elas... E lidar com alguém do nosso lado, que foi atraída pelo cosmos, pois que seja.
Beijinho*