terça-feira, 8 de maio de 2012

Querida M...

Obrigada pelas palavras de força e de conforto.
São precisas nestas horas.
Tinha tantas coisas para te dizer, mas digo-te apenas uma: as grandes mudanças na nossa vida devem ser tomadas quando nos são vitais. Quando corremos o risco de definhar e de morrer aos bocadinhos, se nos mantivermos no mesmo sítio.
Não tenhas medo de não perceber os sinais, porque eles aparecem-nos em letras garrafais.
E se não os vemos, eles gritam-nos bem alto.
E se não os ouvimos, eles adoecem-nos.

Um grande beijinho,

MM

2 comentários:

marina disse...

Obrigada eu pelas palvras maravilhosas, efectivamente escreves muito bem.
Ainda não estou a definhar pois ainda existem dias em que me sinto bem, dai a minha dúvida.Mas não irá ser fácil...
Mas o fim natural também está á vista, será talvez uma questão de meses...por agora vou vivendo duas vidas...uma das 8 ás 5 e outra dai em diante, e aos fins de semana, não é bom, mas é o possivel.Vou esperar...
Mais uma vez obrigada pelo carinho,continua a escrever
Beijinhos a todas a que te lêem

MM disse...

Um grande beijinho, Marina!
E força!