quarta-feira, 8 de abril de 2015

Dia #1 [hoje a estreia foi contigo]


Obrigada por correres 5km, quando o teu plano era correres nove. Por me protegeres dos carros e por me dares a mim o impermeável. Por me avisares dos buracos e dos declives na estrada, quando estou na fase em que já só quase vejo uma névoa. Por te emocionares com os meus baby steps nesta coisa de querer correr e por nunca duvidares {quase nunca, vá!}.
Obrigada por seres na corrida como és na vida: um rochedo, um vulcão, uma planície.
Depende do que preciso.

[este foi o Dia1 do treino para a maratona de Outubro. Vou fazendo uma espécie de diário por aqui. Para quem me quiser ir aturando]

2 comentários:

Bi disse...

Adoro esse (vosso) amor...
Estou numa fase de desamor :( e sou uma romântica incurável, fico maravilhada com estes post´s.
Um beijinho
(quanto à maratona... admiro essa coragem. Pra mim a meia já foi muito difícil) ;)

Sol disse...

O meu é igual! Fiz um trail há pouco tempo com muito pouca preparação e ele que já tem bastante e até podia ficar bem classificado, acompanhou-me sempre e foi-me dando dicas todo o caminho. Vou acompanhando o teu percurso!