quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Um pedido

No outro dia, já na cama, a minha filha pediu-me mais um irmão. Queria companhia no quarto, dizia. Afinal de contas, é a única pessoa da casa que dorme sozinha. 
Expliquei-lhe que não precisamos de mais manos na nossa vida. Que estamos muito bem assim. Que o nosso coração está cheio. Que a família está completa. E embora acredite firmemente em cada palavra que lhe disse, embora saiba que é tudo verdade e que não há qualquer vazio a preencher nas nossas vidas, gosto de imaginar como seria ter mais um filho. Como seria ter um filho com o meu homem.
E depois de uns segundos nesta fantasia doce, percebo que já sei como é.
Todos os dias, vezes três.



7 comentários:

Raquel Caldevilla disse...

Eu cá acho que seria uma bela aventura! :)

Florbela disse...

É uma prova de amor tão grande, quando se coloca uma hipótese dessas, mesmo que seja só em pensamento! :)

Vidas da Nossa Vida disse...

Acho que devias pensar com carinho no pedido da tua filha!!!

Frida Kahlo disse...

Eu concordo com a Raquel Caldevilla :)

são branca disse...

comovi-me. o rui é um bonito.e porque o nosso coração, mesmo quando parece fechado, tem sempre lugar para quem lhe bate à porta, bem vinda e desejada, todos os dias vezes cinco, será a vossa menina.

Ana disse...


Esta foto é maravilhosa e tão eloquente! E não é pela mãos dadas mas pela mão que o teu filho coloco sobre o ombro do teu "homem"...tanta confiança!!

Eu, Virgula, me confesso... disse...

Comovo-me sempre quando vejo e sinto alguém feliz, e se eles o acolhem, puras como são as crianças, está tudo dito! :D