quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

O George Clooney e a D. Lurdes

E porque está oficialmente aberta a época das faringites, laringites, otites e rinites cá em casa, estou novamente encostada às boxes com uma cria, desta vez, a do meio.
E está tudo controlado...consulta marcada para a pediatra, almoço encaminhado, telefonemas para o trabalho feitos, organizado o dia de amanhã.
Só falta um pequenino pormenor...ONDE ESTÁ O MEU CAFÉ MATINAL???
Pois...também não sabem. Está nas cápsulas Nespresso que já acabaram cá em casa vai para dois meses, e na simpática D. Lurdes, que me serve um abatanado misericordioso todas as manhãs num palácio. E porque hoje me mantive nesta humilde casinha, não tive direito a este mimo da manhã.
E só para perceberem a que ponto cheguei da minha existência materna, informo que já tanto se me dá receber um volluto das mãos do George Clooney, como um abatanado das da D. Lurdes. 
E se soubesse que o Clooney chegaria dentro de 10 minutos com uma bandeja de vollutospour moi, já tendo a D. Lurdes a servir-me um café gigante quentinho, diria ao senhor para dar meia volta, que a rapidez do serviço faz toda a diferença.
Acho que é isto.
A abstinência da cafeína traz-me lucidez.

Tumblr_mhecbwwzss1r1a059o1_500_large

MM

2 comentários:

FatimaB disse...

E se pedisses as cápsulas pela net? Em desespero, vale tudo. Eu é assim que me safo, muito de quando em vez...
(mas se quiseres amanda-m'aí a morada qu'eu amando-te uma sleeve de ristretto. Isso porque volluto, só tenho uma e está aberta.
fatima_bento@sapo.pt

Dolce Far Niente disse...

Obrigada, Fátima, mas agora já estou reabastecida! :=)

Um beijinho grande