terça-feira, 12 de junho de 2012

Filhos em férias, avós em acção!

Acabaram-se os testes e os TPC´s, e estão a acabar as actividades extra-curriculares das minhas três crianças.
A parte boa é que podemos todos respirar fundo, ter finais de tarde mais calmos e solarengos e fins-de-semana menos apertados.
É tempo de descontrair e de fazer um balanço. Porque para o ano os desafios e as responsabilidades aumentam para eles, e para mim.
É que nestas coisas do sucesso e do rendimento escolar, não são só os alunos que são postos à prova. Os pais são postos constantemente. Mais que não seja, por eles próprios {e contra mim falo}.
A verdade, é que se os nossos filhos falham, nós sentimos que também falhámos. Porque não ajudámos o suficiente. Não apoiámos o suficiente. Não fomos rígidos o suficiente, nem metódicos o suficiente.
E a contrária também é verdadeira.
Se os nossos filhos têm sucesso, nós somos pais bem sucedidos e o resto é conversa.

A parte menos boa deste final de ano lectivo, é que o ano laboral da maioria dos pais ainda está longe de terminar.
E se o stress deixa de ser causado pelas tarefas escolares dos filhos, passa a ser pela dificuldade em arranjar um sítio onde deixar as crianças. Porque grande parte deles são caros, porque nem todas as famílias têm o privilégio de contar com a "Instituição-Avós", e porque os avós também têm a sua vidinha, e ainda bem.
Posto isto, quero dizer que embora me encontre nesta cruzada/encruzilhada {à semelhança de centenas de mães espalhadas por aí}, conto com a preciosa colaboração dos avós dos meus filhos.
Aos quatro {e a cada um individualmente}, o meu obrigada por tudo.
Eles sabem porquê.


MM




3 comentários:

Flor Guerreira disse...

Sortuda!
Eu enho os avós 400 quilómetros e 900 quilómetros!!! Só conto connosco!

MM disse...

Pois é...por isso é que valorizo tanto a presença dos avós!

Beijinhos

Helena Barreta disse...

Concordo consigo, também acho que muitas das vitórias dos filhos passam pelo bom acompanhamento dos pais.

É um privilégio, e bem grande, as crianças crescerem na companhia dos avós, acho fundamental estreitar esses laços, para o bem estar de uns e de outros. E nada melhor do que umas férias passadas com os avós.

Parabéns a si e aos seus filhos por mais um ano escolar que termina, agora é relaxar, guardar livros e cadernos, viver o Verão e as tão ansiadas férias.

Um beijinho